Como usar a criatividade nas vendas

Por Carlos Costa

A grande vantagem de ser vendedor é que para ele não existem limites. O grande vendedor se esmera para alcançar as suas metas, e sempre tenta ultrapassá-las, pois sabe que isso é bom para ele como profissional e para sua carreira e empresa.

Mas como podemos vender cada vez mais?

Essa faceta da mente humana, a criatividade, é o que nos torna diferentes dos demais. Com a criatividade nos colocamos no mundo e expressamos nossas ideias. Mudamos a forma como as pessoas pensam, apenas usando o poder de nossa imaginação e criando novas ideias, formatos, coisas. É assim que surge a criatividade, por meio da criação e do exercício do pensamento. 

Como usar a criatividade nas vendas

Um vendedor pode se usar desse talento que todos temos para auxiliar no processo de vendas. Ele pode ser criativo na forma de abordagem do cliente, mostrando coisas que normalmente as pessoas não estão vendo. Enfatizar vantagens que, às vezes, passam despercebidas, como um tamanho de produto mais compacto ou não, dependendo sempre das condições do cliente e do que ele deseja.

A criatividade é aquilo que tira do nada um produto novo, o qual o cliente jamais esperava, algo diferente que pelo menos chama a atenção. As vendas avançam conforme essa criatividade puder tocar a mente do cliente, a ponto de fazer com que ele queira determinado produto, pois é algo novo, diferente do que os outros o mostraram e que certamente é inovador.

Pode ser uma simples cadeira, um livro, ou seja lá o que for. O fato é que, se usarmos a criatividade, aquele não será um produto qualquer, e sim algo útil, valoroso e sentimental.

Criatividade para fidelizar clientes

Essa capacidade de usar a criatividade não precisa ser colocada diretamente entre você e o cliente. Também é possível exercitar a criatividade por meio de promoções, brindes interessantes, fidelidade em troca de presentes e outras vantagens que farão o cliente se interessar pela loja e pelos produtos.

A distribuição de amostras grátis, tão difundida no exterior, é algo que pode fomentar vendas. Com ela o cliente conhece o produto e fica com a impressão de ter ganhado algo da empresa. É uma lembrança de como ele é importante como cliente.

No Brasil, esse hábito é muito pouco praticado

Isso é uma grande pena, pois as pessoas nem sempre conhecem o produto que precisam comprar, ou quando conhecem, é o do concorrente. Por que não dar a elas a chance de conhecer seu produto por meio de um mimo, um presente, uma lembrança de que estamos aqui à disposição? Essa tática é uma das formas de sermos criativos na obtenção de clientes e na sua fidelização.

E, lembre-se sempre: ainda vale a máxima de que o cliente tem sempre razão. Mesmo que muitas vezes isso não seja a verdade absoluta, o ideal é lidar com todas as situações com criatividade e elegância.

Assim agindo, estamos colocando a marca de nossa pessoa naquele cliente e ele sentirá o quanto foi bem atendido e respeitado.

 Como-usar-a-Criatividade-nas-Vendas-por-Carlos-CostaCarlos Costa é administrador por formação, vendedor por vocação, criativo por escolha e empreendedor por paixão. Atua na área da educação, contribuindo com o desenvolvimento da cultura empreendedora e gestão de vendas. Co-fundador da Ehumanas, é Coautor do best seller Coaching – Aceleração de Resultados e  professional coach. Uma das principais experiências foi estudar na University Of Tampa, nos Estados Unidos, onde mudou seu mindset. Ama viajar, comer e ouvir música. Apaixonado pela vida, pel esposa Aline, pela filha Karolina, pela família e pelos amigos. Acredita verdadeiramente que está neste mundo para ser feliz.

 

Fonte: VendaMais

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*